quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Sindicato aprova aviso de greve na Embraer em negociação salarial


Trabalhadores da Embraer aprovaram hoje aviso de greve contra o que chamam de "intransigência" da empresa nas negociações da campanha salarial, segundo informações do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região. A aprovação, segundo a entidade, aconteceu em assembleias realizadas em todos os turnos da fábrica. O sindicato explica que caso a empresa não apresente uma nova proposta no prazo de 48 horas, os trabalhadores poderão paralisar as operações da empresa.

Conforme o sindicato, a data-base da categoria é 1º de setembro, mas até agora o grupo patronal do setor aeronáutico, encabeçado pela Embraer, só se reuniu duas vezes com o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos. A única proposta apresentada, conforme a entidade, equivale à reposição da inflação (4,58%) e zero de aumento real.

Na assembleia de hoje, os trabalhadores também protestaram contra o valor da Participação nos Lucros e Resultados (PLR). Conforme o sindicato, a empresa manteve a política de fazer o cálculo de acordo com a faixa salarial de cada funcionário, apesar de a Comissão de PLR dos trabalhadores da Embraer ter aprovado, há cerca de um mês, a mudança no cálculo da distribuição do valor, que passaria a ser igual para todos.

Conforme os metalúrgicos, a Embraer anunciou ontem o valor da primeira parcela da PLR 2012, a ser paga nesta quinta-feira, dia 11. A PLR será dividida da seguinte forma: R$ 1.003,31 fixos mais 15,44% sobre o salário. Com isso, um trabalhador que recebe, por exemplo, um salário de R$ 3.500 (média na empresa), receberá R$ 1.500. A segunda parcela será paga em abril de 2013.

Procurada, a Embraer informou, por meio da assessoria de imprensa, que está cumprindo todos os aspectos do acordo entre a empresa e a comissão de PLR e que a informação do sindicato sobre o assunto não procede. Segundo a fabricante, a primeira parcela do PLR que será distribuída entre os funcionários amanhã soma R$ 35 milhões. A empresa informa ainda que apesar do aviso de greve, anunciado pelo sindicato, a situação na fábrica da Embraer em São José dos Campos hoje é de plena normalidade.

fonte: estadao.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário