sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Funcionários das obras de ampliação de Viracopos retomam atividades


Funcionários das obras de ampliação do aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP) --que estavam em greve há uma semana voltaram ao trabalho na manhã desta quinta-feira (8).

O fim da paralisação foi decidido após acordo entre o consórcio responsável pelas obras, formado pelas empresas Constran e Triunfo, e o Sintrapav-SP (Sindicato dos Trabalhadores da Indústria da Construção Pesada do Estado de São Paulo).

Ainda não assinado formalmente, o acordo prevê o pagamento em duas parcelas --em fevereiro e em agosto de 2013-- de PLR (Participação sobre Lucros e Resultados) de R$ 1.069, vale alimentação adicional de R$ 120, convênio médico para todos os trabalhadores e o registro de cerca de 80 temporários.

Acordou-se ainda que metade das horas em que os trabalhadores permaneceram parados serão abonadas e a outra metade será compensada com uma hora a mais de trabalho.

"Para nós o acordo já está valendo", disse Antônio Bekeredjian, diretor-presidente do Sintrapav-SP.

O Sindicato da Construção Civil de Campinas e Região, que também reivindica a representação dos operários da obra, não participou das negociações.

"O acordo não será questionado", disse o secretário-geral da entidade, Francisco Aparecido Silva.

Iniciada no último dia 1º, a greve teve como cenário a disputa pela representação dos 500 trabalhadores entre os dois sindicatos: o primeiro vinculado à Força Sindical e o segundo, à CUT (Central Única dos Trabalhadores).

Em audiência marcada para a próxima terça-feira (13), a Justiça do Trabalho decidirá qual sindicato terá essa prerrogativa.

A previsão do consórcio administrador é que ano que vem o número de operários no canteiro chegue a 3.500.

O consórcio informou também que o cronograma para entrega das obras em 2014 não foi comprometido pela greve.

Nenhum comentário:

Postar um comentário